top of page

Porque somos FAIRJOB

FAIR tem como primeira tradução e significado o tratamento imparcial; a equidade, a conformidade com as regras estabelecidas de um esporte, de um ramo de negócios, etc. Vem daí também do termo Fair-Play que significa jogo-limpo.


Existem, no entanto, muitas outras traduções para fair além de justo: Fair significa honesto, razoável, imparcial, leal, bom, acessível, correto, apropriado, igual, legítimo, aceitável, democrático. Assim, acreditamos que Empresas Fair sejam lugares onde as pessoas que trabalham sintam-se seguras e depositem confiança umas nas outras.


Uma Empresa Fair não se contenta somente em cumprir a lei, mas repensar como as relações humanas são tratadas no mercado de trabalho e se propõe a ir mais longe: a elevar e impulsionar as pessoas a atingirem seus resultados e objetivos em busca de prosperidade. É dessa forma que enxergamos o futuro das relações de trabalho: as partes, mesmo que diferentes, propiciando um ambiente mais justo, diverso, respeitoso e equilibrado.


Uma das missões de uma empresa justa é fazer com que as relações desiguais de trabalho se tornem no mínimo razoáveis para todos os lados. A gestão fair tem como objetivo final essa equalização!


Qualquer empresa é composta de várias pessoas ou grupos distintos e cada qual entende prioritariamente o seu respectivo ponto de vista, certamente não tendo a compreensão dos pontos de vista dos demais, assim como de suas fragilidades, seus medos e traumas oriundos de tratamentos desiguais, insultos e discriminações.




Uma liderança Fair busca dar clareza nessas relações, ouvindo e agindo para diminuir esses vieses e encontrar um caminho acessível para o objetivo comum, respeitando as individualidades.



Empresas Fair existem para tornar mais justos os ambientes de trabalho e acelerar o surgimento de LÍDERES mais empáticos, equilibrados emocionalmente, confiantes, estratégicos e humanizados.


Muito além de um vírus a partir de 2020, já estávamos em guerra velada contra outros males humanos como a fome, a desigualdade, o preconceito, a intolerância, a violência, a injustiça, a ganância, ameaças às liberdades e o desrespeito ao meio-ambiente.

O mundo do trabalho, além de impactado por esses males, ainda sofre outras ameaças advindas de políticas equivocadas de educação, saúde, justiça, economia, segurança, apoio à ciência, dentre outras, que trazem ainda mais incertezas e receios, tanto a empresários, empreendedores, investidores, funcionários e desempregados.

Tudo isso nunca deveria ter sido tratado como “normal”, por isso não viveremos um “novo normal” e sim um pós-pandemia, onde fatores como riscos de contaminação física e transtornos mentais degeneram ainda mais as relações já desiguais e desgastadas antes.

Como empresa Fair, nos posicionamos críticos aos velhos modelos de gestão e comando-controle. Buscamos preparar, mensurar e transformar relações, pessoas, empresas e sociedade. E você? Vem junto com a gente?


Somos fair, Somos FairJob!

13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page